terça-feira, 25 de novembro de 2014

PRIORIDADES 4

Há muito assisti um filme, estrelado pela diva Mary Streep, chamado “The Choice”. Na Segunda Guerra Mundial, sua personagem judia, quando é levada para um Campo de Concentração alemão, teria que escolher entre dois filhos, um teria a vida e o outro a morte. Esta escolha levou-a as raias da loucura.
Escolhas definem aquilo que é mais importante, aquilo que é prioritário. Defino prioridades para saber fazer escolhas, se e quando necessário for.
Muitos mártires cristãos escolheram Cristo ao invés da vida durante vários momentos da história. Na história recente, países da chamada “Cortina de Ferro” comunista fizeram milhares de mártires.
Hoje países islâmicos radicais ainda levam cristãos a fazerem uma escolha, “Islão ou a Espada”.
Priorizar Deus pode significar perdas neste mundo. Priorizar Família pode significar perder amigos. Priorizar amigos pode significar abrir mão de prazeres ou conforto.
Termino esta série ressaltando que Deus priorizou o homem. Em toda Obra criadora vemos Seu destaque ao homem, desde criar todo um Universo, que contribui para sua existência, até ao facto de dar-lhe Sua própria essência, o Amor. Sim, de todo ser vivente só o homem pode amar.
O Seu alvo fomos nós. Mesmo Lhe voltando as costas, Ele insistiu conosco. Mesmo quando escolhemos a separação, Ele escolheu a reconciliação, idealizando um plano para nós, Jesus.
Jesus é a prova de sermos a maior prioridade de Deus.
SCM

21/06/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário