segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

VIVER OU SOBREVIVER – 1

Viver ou sobreviver. Vivo a vida ou sobrevivo à vida. São as únicas hipóteses.
A vida pode ser bênção ou maldição. Ela pode tornar-se prazerosa ou madrasta. A resposta está no propósito da vida.
O Criador, o Doador da vida, fê-la com que propósito? Sua ideia original foi quebrada pela criatura humana. Ele o permitiu por conta de Sua coerência, pois dera à Sua criatura o livre arbítrio. E ela arbitrou mal e assim tem arbitrado.
Mas Ele, sabedor do futuro, dar-lhe-ia uma nova oportunidade, por amor. E assim vem fazendo.
A criatura evoluiu, prosperou, na busca de dar à vida, à sua existência, o sabor anteriormente perdido. Mas fracassou.
Aqueles que não aceitaram a segunda chance, como um náufrago numa ilha inacessível, só tem sobrevivido.
O sabor, o perfume e o colorido da existência perderam-se. A sua capacidade incrível de evoluir, fez-lhe buscar novos sabores, aromas e cores, mas estas nunca foram como as originais.
Mas, ao lado, muito próximo, está a Vida. Mais resplandecente, dinâmica e prazerosa. O segundo Adão a oferece. Não há custo, é oferta de amor. Basta voltar-se para o Criador e aceitar.
SCM

16/07/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário