segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

VIVER OU SOBREVIVER - 2

Sobreviver é batalhar. A guerra é da sobrevivência, onde dia-a-dia vive-se uma batalha diferente. Educação em várias etapas, o primeiro emprego, casamento, manutenção do emprego. Valores, consciência, coerência e compromisso. As lutas não cessam.
Depois envolvemo-nos em batalhas que nossa descendência enfrentará. Temores e insegurança.
E o amanhã? Muitos sucumbem, outros desistem, se entregam, se rendem. Desesperança.
Em tantas regiões do planeta a miséria grassa de tal modo que estes miseráveis nem sabem que existe um mundo melhor.
Sobreviver às injustiças sociais, ao desmando das autoridades e à força dos poderosos.
Crises econômicas, epidemias, pandemias, catástrofes da natureza, são o fim para os desamparados.
A sobrevivência torna o homem selvagem, desumanizando-o. A ganância por mais e o egoísmo são resultados desta luta inglória.
Diante de fatos incontestáveis, mesmo sendo catastróficos, fica a pergunta: Existe esperança?
O Criado deu ao homem uma segunda oportunidade. Há uma escolha a ser feita. Na opção de aceitar O braço estendido, nesta nova chance, encontrar-se-á a Vida. E ela é abundante.
SCM

17/07/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário